Oração pelos Seminaristas

Nós vos pedimos, Senhor,
pela intercessão de Nossa Mãe Santíssima,
que abençoe, que proteja,
que socorra e santifique os seminaristas do mundo inteiro.

Em particular, vos pedimos pelos seminaristas do Seminário N.
para que sejam perseverantes e fervorosos na oração,
alegres na esperança viva,
generosos na caridade,
firmes e inquebrantáveis na fé,
humildes no serviço do Reino,
ouvintes atentos e praticantes da Santa Palavra,
obedientes aos vossos mandamentos,
e fiéis ao vosso chamado,
Leia mais Oração pelos Seminaristas

A Paz

Jesus é nossa consolação.
Mesmo quando a dor é excruciante, quando sofremos e choramos, não nos desesperamos porque a solidariedade de Jesus nos dá Paz. Quando sofremos humilhação, desprezo, incompreensão e injúria e choramos na solidão de nossa oração, vemos como Jesus se sentira sozinho rezando no Getsêmani. Vemos como Jesus sofrera na sua Paixão e a solidariedade de Jesus nos dá Paz.
Leia mais A Paz

Coração de Maria

Senhor, por vossas mãos, criai em mim um coração que seja puro
como o coração da Virgem Maria;
Senhor, por vossa graça, criai em mim um coração que seja grande e pleno do vosso amor
como o coração da Mãe Santíssima;
Senhor, por vossa misericórdia, criai em mim um coração que seja verdadeiramente humilde
como o coração da Mãe Imaculada;
Senhor, por vosso amor e bondade, criai em mim um coração que seja repleto da vossa Palavra
como o coração de Maria.… Leia mais Coração de Maria

Conhecimento de Deus

Deus quer ser conhecido, Ele se mostra, Ele vem até nós, revela seu Nome. Em Jesus e pelo Espírito Santo, Ele nos dá a conhecer sua natureza trinitária. No Mistério da Encarnação, Ele nos mostra sua proximidade, Deus vivo e presente no meio de nós. No Mistério da Paixão, Ele desvela a infinitude absoluta do seu Amor e comprova que sua eterna Misericórdia nos salva de nossos pecados. No Mistério da sua Ressurreição e Ascensão anuncia nossa participação em sua vida divina. … Leia mais Conhecimento de Deus

Coração de Deus

A obra que Deus constrói em nós, pela Cruz, é a completa união do nosso coração ao coração de Cristo. União tão completa que nosso coração se torna um só com o coração de Cristo. Para lá caminhamos. Somente isto desejamos. Unir completamente nosso coração ao coração de Cristo, tão completamente que não haja nada mais em nosso coração que não seja o Amor de Cristo.
E assim unidos ao seu Amor, repletos do seu Amor, com seu Amor amar tudo e todos!… Leia mais Coração de Deus

O fruto da oração

O ramo que permanece no tronco da videira produz fruto (cf. Jo 15,4). O cristão orante é apenas um ramo, enxertado em Cristo, e a seiva que corre nele é o Espírito de Cristo, sua Palavra, sua oração, que produz o fruto da videira, o vinho da salvação. Não é somente a pessoa quem ora, é Cristo quem ora nela. Não é somente a pessoa quem ora, é a Igreja quem ora nela. São todos os santos do céu, é toda a Igreja, é Cristo quem fala nela, quem produz fruto nela, quem leva a luz ao mundo que está nas trevas, através dela, deste mero ramo enxertado, da oração dos seus lábios… … Leia mais O fruto da oração

Maria Madalena

No dia da festa de Santa Maria Madalena, me emocionei muito ao contemplar e orar as leituras da liturgia.  Eu me vi na noiva do Cântico dos  Cânticos que procurava o amor da sua vida pelas ruas e praças e não o encontrava. Chorei muito, pois vivi assim por quarenta anos, procurando angustiadamente pelo amor da minha vida. Procurava nos homens por quem me apaixonei, procurava nos livros, procurava na filosofia, procurava na minha carreira profissional, procurava nos centros espíritas, e não o encontrava!  Por todo este tempo, Ele estava ao meu lado, mas eu não conseguia vê-lo, Ele batia à minha porta, mas eu não o escutava!  Eu sabia que Ele existia, eu sabia que Ele me buscava, eu até sentia a sombra da sua presença quando o buscava em oração!  Mas eu não o encontrava! Eu olhava, mas não via! Eu ouvia, mas não escutava!  Ele falava, mas eu não compreendia! Assim, por quarenta anos, como o povo de Israel vagando pelo deserto, eu peregrinei pelas ruas e praças do mundo, até que Jesus veio ao meu encontro, no poço da Samaria.… Leia mais Maria Madalena

A Graça da Salvação

O Filho de Deus, ao esvaziar-se de sua glória na Encarnação e na morte humilhante de Cruz, fez exatamente o oposto do que fez Lúcifer, que caiu por causa do seu orgulho. A humilhação obediente do Filho foi a resposta salvífica de Deus ao orgulho rebelde de Satanás. O Filho esvaziou-se de toda glória e, por Amor, obedeceu ao Pai até o fim. Lúcifer encheu-se de orgulho e, recusando o Amor do Criador, se rebelou.… Leia mais A Graça da Salvação

Mistérios

O pensamento humano é limitado, é muito linear, ele não dá conta de expressar a plenitude do Mistério.
O Mistério de que Deus quis precisar de nós, da nossa colaboração, para a sua obra de redenção do mundo. Ele poderia salvar o mundo sozinho, mas Ele quis, Ele quer a nossa participação, a nossa colaboração em sua obra de salvação. É porque Ele nos ama que Ele quer que colaboremos com Ele na sua nova criação. … Leia mais Mistérios

Segue-me!

Jesus, apesar de ser Deus, sofreu as tentações do diabo na sua humanidade, na sua natureza verdadeiramente humana. Ele sofreu as tentações como todos nós sofremos, mesmo sendo também Deus. Ele se deixou sofrer as tentações para nos mostrar o caminho, Ele nos deixou as pegadas para seguirmos seus passos, para sermos santos como Ele é santo. … Leia mais Segue-me!

Reino de Deus

A Igreja é o povo escolhido por Deus para levar sua Palavra e sua salvação ao mundo inteiro. A Igreja é o povo de Deus convocado para colaborar com Ele na sua obra de salvação do mundo. A Igreja é o Reino de Deus, a nova criação, o novo céu e a nova terra.  Na terra, a Igreja é o Reino de Deus ainda em mistério, sob um véu, visível apenas aos olhos da fé, às apalpadelas. A Igreja Celeste, a Nova Jerusalém, vive na luz da glória de Deus. … Leia mais Reino de Deus

KEKARITOMENE

Na Ascensão do Senhor se completa o Mistério que se iniciara com a Encarnação do Verbo. Na Encarnação, o Verbo se reveste de nossa carne e, na Ascensão, nossa carne se reveste do Verbo. Mistério da comunhão de Deus com sua criatura! Deus nos amou tanto que nos enviou seu Filho e, através do Filho, nos levou para junto dEle. Somos agora verdadeiramente filhos de Deus! Filhos no Filho! Ó insondável, inesgotável, maravilhoso Mistério da superabundância do amor de Deus por nós! Nós somos agora seu povo, nós somos agora habitantes do céu, nós somos agora participantes da vida divina como filhos, somos divinizados pela vida de Cristo em nós!… Leia mais KEKARITOMENE

Libertação

O Pai nos enviou o seu Filho para nos salvar definitivamente do pecado. Nos corações humanos, o combate contra o pecado é contínuo, constante. Foi para derrotar o pecado no coração da pessoa humana, que Deus nos deu o seu Filho.  Deus respeita a vontade humana, Deus não violenta o coração humano, Deus não nos impõe a sua vontade, mas respeita nossa liberdade. Por isso Deus nos enviou o seu Filho, para Ele nos guiar, nos ensinar a vencer o pecado e nos libertar do mal que entrou em nossos corações. … Leia mais Libertação

A Hora da Glorificação

Quando Jesus entregou o seu Espírito na cruz, o céu se abriu, se rompeu. Foi nessa hora que fomos salvos! Quando Jesus entregou sua vida, quando ele expirou, quando se consumou sua entrega de amor, então ‘está feito’, Satanás foi derrotado, a morte foi vencida! Não foi na ressurreição que a morte foi vencida, foi na morte mesma de Jesus, no momento da sua entrega de amor, na hora em que Ele foi levantado na cruz: a hora da glorificação, quando o Filho foi glorificado pelo Pai e o Pai glorificado pelo Filho, a hora da sua morte no seu corpo mortal! … Leia mais A Hora da Glorificação

Ele se fez pecado por nós

Cristo se entregou à morte de cruz para que pudéssemos ver e compreender que a morte do pecado é o único caminho para a Ressurreição. Ele poderia nos ter salvo de outra maneira, Ele não ‘tinha’ que morrer na cruz para nos salvar, mas Ele quis se entregar na cruz para nos ajudar, para que O contemplando na cruz compreendêssemos, víssemos, soubéssemos o caminho para o Pai e para a nossa salvação.… Leia mais Ele se fez pecado por nós

Vida eterna

A vida aqui na terra é limitada pelo tempo e pelo espaço. Tudo aqui termina e se contém. As coisas visíveis são limitadas, são restringidas no tempo e no espaço. Mas quando formos transfigurados e nos unirmos ao Ressuscitado na vida gloriosa, não seremos mais limitados pelo tempo nem pelo espaço, como Maria que já está glorificada no céu. A vida divina é infinita e eterna, quando habitarmos na vida divina, quando ressuscitarmos em Cristo, com um corpo glorioso, não seremos mais restringidos pelo tempo nem pelo espaço. A vida eterna é vida ilimitada, mas que não podemos conceber nem imaginar porque nossa mente não consegue conceber ou pensar sem as categorias do tempo e do espaço. … Leia mais Vida eterna

Água que brota do altar

Precisamos colaborar com a graça que se derrama dos céus sobre nós para que ela gere em nós frutos de vida eterna e salvação. A água que desce do céu, transbordante como cascata, também brota do altar de nossos corações como a água que jorrava do lado do templo na profecia de Ezequiel. “E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna” (Jo 4,14b).… Leia mais Água que brota do altar

Ascensão com o Senhor!

Com Cristo, nós subimos da terra para a vida divina no céu, nós herdamos de Cristo a graça sobrenatural da vida eterna como Filhos de Deus, participantes da vida divina nele.
Subimos, com Cristo, para o céu! Ele nos leva consigo, Ele leva nossa humanidade para a vida divina na Trindade Santa! Descemos com Adão, subimos com Cristo! Caímos com Adão, somos elevados com Cristo! Herdamos a privação da graça original com Adão, herdamos a graça sobrenatural da vida divina com Cristo!… Leia mais Ascensão com o Senhor!

Rezando com Maria (IV)

Cada verso recitado da Ave-Maria é uma afirmação da verdade divina revelada, é um ato de fé, é um clarão de luz iluminando as sombras do mundo. Quando anunciamos, com o anjo Gabriel, que Maria é cheia de graça e bem-aventurada, quando, com Santa Isabel, a bendizemos entre todas as mulheres da terra e bendizemos seu filho Jesus, e quando proclamamos a nossa fé de que Jesus é o Filho de Deus e por isso Maria é a Santa Mãe de Deus, a luz que se irradiam destas palavras proclamadas com todo o coração e com o fervor da alma, iluminam o mundo e subjugam o inimigo. … Leia mais Rezando com Maria (IV)

Rezando com Maria (III)

A oração sincera é um sacrifício, é doação do nosso pensamento, do nosso tempo, da nossa vontade para Deus, é entrega do nosso coração para Ele. Quem ora, se esvazia. Orar é ofertar toda a glória, todo o louvor, toda a honra, é ofertar todo o coração, toda a vida, todo o ser para Deus! Ao ofertar tudo, nos esvaziamos. E, ao nos esvaziarmos, somos inundados pelo amor de Deus, por sua glória, por seu Espírito que vem em nós habitar!… Leia mais Rezando com Maria (III)

Fragor das cascatas

Nossa Senhora intercede por nós, reza por nós, comanda a batalha no céu, mas precisa das nossas orações na terra. Nossas orações aqui na terra são como ponte pelas quais a graça de Cristo se derrama no mundo. A água e a luz da graça divina chegam até a terra pelas orações dos fiéis. Através de nossas orações, as graças de Deus descem à terra. Não é que Deus precise de nossas orações para curar o mundo, mas Ele quer precisar que participemos, com nossas orações, da sua ação salvadora no mundo.… Leia mais Fragor das cascatas

Compaixão

Deus está junto de nós, estamos seguros em seu amor, acolhidos em seu colo. Deus Pai, transcendente, onipotente e infinito é também uma presença viva e concreta, real, aqui do nosso lado, neste espaço e tempo em que habitamos e existimos. Lá do alto, Ele nos olha, e se faz perto. Sua presença é amor, é cuidado, é carinho, é proteção. Estamos seguros em suas mãos, e Ele nos envolve por inteiro. … Leia mais Compaixão

Livrai-nos do mal

O mal é a ausência do amor, é a escuridão da alma que se volta para si própria e adora a si mesma. O orgulho – e o egoísmo que lhe é consequência -, é a idolatria do eu, é a recusa do amor, é o fechamento ao amor de Deus. O orgulho é a origem de todo mal. Amar a Deus é sair de si, é esquecer-se, é esvaziar-se, é entregar-se a Deus, é doar-se a Deus. E doar-se a Deus é doar-se também ao próximo. Amar a Deus nos faz amar ao próximo.… Leia mais Livrai-nos do mal

O Alfa e o Ômega

“Eu sou o Alfa e o Ômega” (Ap 21,6a). Cristo é toda a Palavra.
“Eu sou o Princípio e o Fim” (Ap 21,6b). Tudo existe por Cristo e para Cristo. Existimos para Ele. Sem Ele, “nada foi feito de tudo o que existe” (Jo 1,3b). A vida só tem sentido em Cristo. Fora de Cristo, é treva, escuridão, morte. Em Cristo, voltamos ao Pai, somos reconciliados. Cristo é nosso destino. É para Ele que nos movemos, é por Ele que vivemos.… Leia mais O Alfa e o Ômega

Mistérios da Fé (I) – O pecado

Todos nós pecamos e o pecado nos afasta de Deus. Nos escravizamos ao pecado e somos seduzidos pelas ilusões e mentiras do Adversário. O pecado fecha nossos olhos à luz da verdade e sofremos. A consequência do pecado é a dor, o sofrimento espiritual e, no extremo, a morte da alma. Com o pecado, recusamos Deus, o rejeitamos, o desobedecemos.… Leia mais Mistérios da Fé (I) – O pecado

Elevação

A hora em que Cristo é levantado na cruz é a hora em que o Filho é glorificado pelo Pai e em que o Pai é glorificado no Filho. Esta hora é atualizada, é tornada presente, de forma incruenta, no sacrifício do altar. De forma sobrenatural, na realidade do mundo invisível, mais real que a realidade do mundo natural e visível, Cristo se oferece continuamente a nós a cada celebração da Eucaristia, na eternidade do seu amor e da sua misericórdia, como Cordeiro imaculado, vítima de expiação pelos nossos pecados.… Leia mais Elevação

Revelação

Se Deus não tivesse encarnado, se não tivesse assumido nossa humanidade, se não tivesse armado sua tenda entre nós, vivido nossa vida, andado em nossos caminhos, se não tivesse se tornado visível e humano como nós, se não tivesse doado sua vida por nós no sacrifício da cruz, não saberíamos, não conheceríamos como é infinito o seu amor por nós, o quanto Ele nos ama e como Ele nos ama! O amor de Deus seria apenas uma abstração, uma ideia, um conceito em nossos corações e em nossas mentes. Mas com a autorevelação de Deus no mistério da Encarnação, Paixão, Morte, Ressurreição e Ascenção de Jesus podemos ver, podemos conhecer plenamente o amor de Deus por nós, e agora sabemos como amá-lo de volta!… Leia mais Revelação

Mãe dos Apóstolos

Nossa Senhora tem um amor especial aos sacerdotes porque eles são os representantes do seu Filho na terra. Eles são os seus ‘filhos’ de uma maneira muito especial. Quando Jesus ofereceu Maria como mãe ao apóstolo João ao pé da cruz, Ele estava compartilhando a maternidade de Maria com todos os seres humanos e, particularmente, com todos os seus discípulos, mas, numa dimensão ainda mais profunda, Ele estava concedendo a maternidade de Maria a todos os Apóstolos e seus sucessores. Maria é Mãe de toda a humanidade e de todos os batizados, mas, de uma maneira muito especial e singular, é a Mãe de todos os sacerdotes.… Leia mais Mãe dos Apóstolos

Voz de Deus (1ª parte)

Tudo existe porque Deus fala. É a voz de Deus, é sua Palavra que sustenta tudo o que é, tudo o que existe. Deus fala e existimos. É sua voz que tudo cria. Os anjos todos do céu, todos os seres celestes cantam, ressoam a voz de Deus em todo o tempo, por todo o universo. A voz de Deus é cantada, proclamada, anunciada por todos os seres celestes e o universo é criado e sustentado pela Palavra. … Leia mais Voz de Deus (1ª parte)

Corpo de Cristo (1ª Parte)

A Igreja guarda o corpo de Cristo como Maria guardava em seu ventre o corpo de Jesus. O Espírito concebeu no ventre de Maria o corpo de Jesus, da mesma forma que o Espírito hoje concebe no ventre da Igreja o corpo de Jesus ressuscitado. Pelo Espírito Santo, o ventre de Maria foi habitação do Cristo. Maria é figura da Igreja. Assim, nós, como Igreja, quando comungamos, recebemos Jesus em nosso corpo como Maria recebeu Jesus em seu ventre.… Leia mais Corpo de Cristo (1ª Parte)

Kenosis (2ª parte)

Mistério da nossa Redenção, tão incompreensível, tão surpreendente, tão escandaloso, louco e absurdo, que a humanidade precisou ser preparada pacientemente por uma longa história da salvação, educada pelas sagradas Escrituras e anunciada pelos santos e profetas desde os tempos mais antigos para que pudéssemos compreender os sinais, vislumbrar o sentido da cruz e acolher o Ressuscitado.… Leia mais Kenosis (2ª parte)

Oração e Sacrifício (2ª parte)

A oração é uma forma de sacrifício espiritual pois, quando oramos, estamos doando nosso coração, nossa mente, nosso tempo, nossas forças e nosso corpo a Deus. A oração agradável a Deus é desinteressada, ela não busca o próprio proveito, mas busca realizar a vontade de Deus invocando a sua misericórdia, é a oração que se oferece como pura doação, como sacrifício de louvor.… Leia mais Oração e Sacrifício (2ª parte)

Vida Divina (3ª parte)

Pela idolatria do eu, pelo orgulho, pela vaidade, por querermos ser mais que Deus, pela arrogância da nossa desobediência a Deus, nós pecamos. E, com o pecado, rejeitamos a Deus e somos privados da vida divina. Com o pecado, perdemos a santidade original e, expulsos do Paraíso, perdemos o acesso à árvore da vida. Mas Cristo, nosso Redentor, nos restituiu, na cruz, o fruto da árvore da vida, que é a sua carne dada para a vida do mundo. A cruz é a nova árvore da vida e seu corpo, a sua carne, é o fruto da árvore da vida, o alimento que nos dá a vida divina.… Leia mais Vida Divina (3ª parte)

Vida Divina (1ª parte)

Durante a Páscoa, contemplei muito em minhas orações o tema da ‘vida divina’ e da ressurreição, me dedicando à leitura orante do discurso do Pão da Vida, no capítulo 6 de João.  Durante estes momentos de oração contemplativa, sentia muitas vezes a presença do Espírito me mostrando, me ensinando, desvelando ao meu coração muitos dos significados desta Palavra. A cada dia, esses significados iam se dilatando em meu coração, como que numa progressão.  Rogo ao Santo Espírito que venha novamente em meu auxílio e me faça agora recordar o que Ele soprou em meu coração e mostrou ao olhos da minha alma, e que me conceda a graça de traduzir esse entendimento e visões em palavras e frases que façam sentido.… Leia mais Vida Divina (1ª parte)

O Caminho de Cristo

Tudo é graça. A nossa existência, todo o universo, até mesmo nossas dores, tudo existe pela graça de Deus. Não existimos no vazio, nunca estamos sós. Existimos e vivemos pela graça e na graça de Deus. A graça não tem medida, ela transborda, ela é inesgotável, superabundante. Quando obedecemos a Deus, à sua lei e à sua vontade, que é amor, quando amamos a Deus e ao próximo, vivemos na abundância e plenitude da graça.  Nossa alegria é completa.… Leia mais O Caminho de Cristo

Litania

Amém!  Vem, Senhor Jesus!
Ontem, em oração, eu entendi que toda oração está contida na última frase da Bíblia: ‘Amém, vem Senhor Jesus!’ Que Jesus é toda a Palavra, a Palavra eterna do Pai, não há outra, não é preciso dizer mais nada! A Bíblia começa com a Palavra de Deus criando o mundo e termina com Jesus, a Palavra de Deus encarnada! Na Litania, esta visão se explicita para ajudar nossos corações a contemplar Jesus e orar com Ele ao Pai…… Leia mais Litania

“Está consumado”

Hoje é sábado santo,
Jesus obedeceu até à morte.
O Cristo se aniquilou até à morte,
e morte de cruz.
Diante do mistério da Páscoa,
minha alma se assombra
sem conseguir expressar, dizer, falar da imensidão, do tamanho,
da glória, do poder
desse mistério.

É como se eu me afogasse,
sem ar,
pelo excesso, pela superabundância, de ar.
A superabundância da graça
me prostra,
nada que eu diga,
ou pense, ou sinta,
ou veja, ou compreenda,
consegue expressar, entender, dizer
da glória, do esplendor,
da magnitude, da potência,
da suprema realidade
deste mistério.… Leia mais “Está consumado”

Pai Nosso

Deus quis,
e num ato livre de sua vontade,
porque Ele é amor,
Ele criou a mim, a você, a nós.
Não saímos do nada,
por acidente do acaso,
não somos o resultado aleatório
de uma explosão cósmica.
Eu, você, nós todos
existimos
porque fomos criados por Deus,
porque Ele quis,
porque Ele quer,
nosso ser é criação divina.
Ele nos fez para sermos seus filhos,
para participarmos de sua vida,
para, com Ele, co-criarmos,
cooperarmos, conviver com Ele
na eternidade
de sua vida.
Ele nos quer junto a si.
A vida que Ele nos deu
não tem fim.
A vida em Deus é para sempre.… Leia mais Pai Nosso

Vida Peregrina

Meu Senhor,
que minha vida seja peregrina
ao teu lado,
que eu siga por teus caminhos
com as mãos vazias
para poder acolher
com a liberdade dos que se desapegaram,
com a confiança dos que têm fé,
com o amor que vem de ti,
com o amor de quem está em ti
e contigo caminha.
Que eu não carregue desejos,
que eu nada exija,
que tudo para mim seja
simplesmente um caminho,
peregrina nesta vida,
seguindo teus passos
e reclinando minha cabeça
em teu peito, como João,
para escutar teu coração.… Leia mais Vida Peregrina

Luz Invisível

A luz de Deus brilha, resplandece,
permanecendo invisível.
Ela brilha nos menores lugares,
nos corações dos pequeninos,
dos humildes e mansos.
A luz de Deus brilha, resplandece
num frágil recém-nascido
escondido num estábulo,
“envolvido em faixas e deitado sobre uma manjedoura”.

Luz invisível aos olhos do mundo,
luz gloriosa escondida,
assim é como Deus age
e se manifesta
e se revela.… Leia mais Luz Invisível

Vida Escondida em Cristo

Dos Diários do Mosteiro – 11 de setembro de 2016.
A semente precisa morrer para que viva, para que nasça em nova vida e produza frutos.
É o que Cristo me pede, que eu morra para viver nEle, para Ele.
A minha vontade é de permanecer na minha vida confortável, saudável, cômoda, bem-sucedida.
A minha vontade é de permanecer onde estou.
A vontade de Cristo é que eu dê a minha vida a Ele, que eu perca a minha vida para viver nEle.
É a cruz que ele me oferece, a morte que é o único caminho para a ressurreição.
A minha verdadeira vida está escondida em Cristo.… Leia mais Vida Escondida em Cristo

Filhos da Luz

A vida espiritual,
a vida cristã
é permeada de paradoxos
sempre a nos desafiar
em nossa lógica mundana, material,
simplista e linear:
é dando que se recebe,
é dividindo que se multiplica,
os últimos serão os primeiros,
a quem muito tem, mais será  dado,
é perdendo a vida que a ganhamos,
felizes são os aflitos,
rico é o que nada tem,
a verdade se oculta aos sábios e doutores,
os humildes são exaltados,
amai os inimigos,
dai a outra face ao que te agride…
paradoxos que só são compreendidos
à luz da fé,
paradoxos com os quais são tecidos
os mistérios da fé.
Um desses misteriosos paradoxos
é o da obediência:
é somente na obediência total a Deus
que somos verdadeiramente livres…… Leia mais Filhos da Luz

Contemplação do abismo

Dos Diários do Mosteiro – 05 de maio de 2017.
Não sei se vou conseguir me lembrar e relatar tudo o que vi, tudo o que Ele me mostrou.
Estava meditando sobre o mistério do batismo de Jesus e subitamente apontaram o meu olhar para o abismo, para a morada dos mortos. Como explicar o que eu vi, não com os olhos, mas com o pensamento, com o coração?
Chorei de dor porque o abismo existe verdadeiramente.
Nem tudo o que eu via eu compreendia, eu tinha rápidos vislumbres de entendimento entrecortados por espessas nuvens de mistério. A compreensão não era linear, não seguia um pensamento encandeado com começo, meio e fim, eram fragmentos de compreensão, rápidos vislumbres, por isso minha dificuldade agora em lembrar e relatar.… Leia mais Contemplação do abismo

“Existem dois caminhos…”

Dos Diários do Mosteiro – 10 de setembro de 2016.
Esta é a primeira página do meu diário, foi esse o texto com que eu comecei a escrevê-lo.
Foi esse o momento em que tive a clareza e a certeza de que Deus estava me chamando para a vida monástica. Foi o momento em que disse ‘sim’ em meu coração, e entendi que precisava escrever sobre o que significava essa resposta. … Leia mais “Existem dois caminhos…”