Elevação

Na missa, ao fim da oração Eucarística, quando o sacerdote eleva o cálice e a patena com o sangue e o corpo de Cristo, oferecendo-os ao Pai, se atualiza o momento em que Cristo foi erguido na cruz, no Gólgota.  A hora em que Cristo é levantado na cruz é a hora em que o Filho é glorificado pelo Pai e em que o Pai é glorificado no Filho. Esta hora é atualizada, é tornada presente, de forma incruenta, no sacrifício do altar. De forma sobrenatural, na realidade do mundo invisível, mais real que a realidade do mundo natural e visível, Cristo se oferece continuamente a nós a cada celebração da Eucaristia, na eternidade do seu amor e da sua misericórdia, como Cordeiro imaculado, vítima de expiação pelos nossos pecados. Cristo é elevado na cruz, em toda a missa, quando o sacerdote, na pessoa do Cristo, sacerdote para sempre na ordem de Melquisedec, eleva o seu corpo e o cálice do seu sangue na doxologia final da oração eucarística: Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre!

Um comentário em “Elevação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s