MISSA: Banquete de amor e sacrifício

Na multidão de católicos que participam da missa,
quantos compreendem o que está realmente acontecendo?

Antes do seu sacrifício cruento na cruz,
Jesus convidou seus discípulos para cear com Ele.
Ele sabia que seria crucificado,
Ele sabia que derramaria seu sangue,
Ele sabia que sofreria humilhação e tormentos,
e ainda assim, com alegria,
compartilhou com seus amigos
o pão e o vinho.
E para que não esquecêssemos,
do significado de seu sacrifício
deixou-nos o memorial da sua Paixão,
a ceia que nunca termina,
que se estende pelos séculos desse longo último dia,
a ceia que se perpetua,
que se atualiza a cada celebração Eucarística.
O mesmo pão,
o mesmo vinho
que Jesus serviu aos seus discípulos-amigos
nos é servido
pelo poder do Espírito
que consagra nossas oferendas.

O pão que se torna vivo,
penhor da glória futura,
penhor da vida eterna,
promessa da abundância Celeste.
Pão que é Cristo vivo entre nós,
que nos alimenta
e nos sustenta.
Pão que nos une na partilha,
na comunhão de amor,
na fé no Deus Vivo
que está entre nós,
que vive em nós
através do Espírito
derramado em nossos corações.

O cálice da alegria,
o cálice da Salvação,
vinho que representa celebração, alegria
e sangue que é ofertado
pela salvação de todos.

Cálice que representa a nova Aliança
entre Deus Pai
e a humanidade redimida.

O Cordeiro que é sacrificado
para que sejamos perdoados de todos nossos pecados,
e que, mesmo que não mereçamos,
sejamos levados à glória da vida eterna.
O sangue da misericórdia infinita de Deus
que nos acolhe como filhos em seu Reino,
apesar de nos termos rebelado
e o termos ofendido com nosso desamor e egoísmo.

Sangue que é vida
doada por nós
para nossa redenção.

Na celebração da missa,
memorial da Paixão do Senhor,
Cristo se faz presente
como celebrante,
o anfitrião que nos convida para o banquete
em honra do Deus Pai,
doador de toda a vida
e que nos acolhe em seu Reino,
unidos pelo Santo Espírito
que tudo nos revela em nossos corações,
abrindo-nos os olhos da fé
para vermos as maravilhas do Senhor
e sua bondade em toda parte.

Quanta honra e alegria
sentar à mesa do Senhor
e comer do pão que Ele nos oferece
e celebrar com o vinho da salvação
o Amor com que nos redime
e nos conduz à glória do seu Reino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s