Sobre o MOMENTO EXTRAORDINÁRIO DE ORAÇÃO EM TEMPO DE EPIDEMIA PRESIDIDO PELO PAPA FRANCISCO

A quem tiver sede, eu darei, de graça, da fonte da água viva (Ap 21,6b).
O vigário de Cristo, desde o lugar que atesta a fé rochosa de Pedro, num momento de inesgotável graça, elevava o coração ao Pai e orava por todos nós, o corpo místico de Cristo. Milhões de fiéis ao redor do mundo, conectados através das ondas do rádio, TV e internet, e unidos num só coração, acolhíamos a Palavra de Vida Eterna. Ali, na pessoa do Santo Padre, estava a Cabeça do corpo que é a Igreja, estava Cristo a nos interpelar, a nos tocar, a saciar nossa sede com a sua presença, com a sua graça.
O corpo místico de Cristo, espalhado ao redor do mundo, mas unido num só coração, adorava sua presença viva na Eucaristia, num silêncio que ensurdecia os barulhos do mundo. Momento de graça inesquecível, que ficará para sempre guardado na memória do Povo de Deus.
Neste tempo em que a humanidade parece destruir a si mesma e ao planeta com um consumismo desenfreado, com uma sede insaciável de bens materiais, de prazer, prestígio e poder, o Cristo, representado na fragilidade humana de nosso Santo Padre, sozinho, manso e humilde, nos interpela com sua pobreza e simplicidade.
O Santo Padre nos recorda, com sua palavra e com seus gestos, que só uma coisa é necessária. Escolhamos a melhor parte e ela não nos será tirada. Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s