Kenosis (1ª parte)

Deus humilhou-se.

Deus quis se revelar a nós, quis mostrar a sua face, quis se fazer visível a nós para que o amássemos, então Ele se humilhou. Deus, eterno e todo-poderoso, criador do céu e da terra, senhor do universo, o Absoluto, origem de todo ser, por amor, por misericórdia veio habitar no mundo por Ele criado. Aquele que sempre existiu e sempre existirá veio habitar no tempo. Aquele que criou o espaço e a imensidão do cosmos entrou no mundo de maneira microscópica no ventre de uma mulher. O Criador assumiu a natureza de criatura. O Filho eternamente gerado pelo Pai fez-se, no tempo, também Filho de Adão. Sem deixar de ser verdadeiro Deus, tornou-se verdadeiro homem, fez-se um de nós, fez-se filho de Maria.

Ao contemplar este mistério da fé, minha alma se extasia em gemidos inefáveis diante de maravilha tão incompreensível! Mistério do amor de Deus por nós que transcende toda razão, toda lógica! Ó amor de Deus que não tem medida, que ultrapassa toda compreensão, que transcende todo entendimento! O Deus infinito, eterno e todo-poderoso, quis ter, para si, uma mãe! Maria, a cheia de graça, concebida sem mancha, sem pecado, a mais bela das criaturas, perfeita, foi escolhida e aceitou. Deus tem uma mãe! Uma mulher, pequena, humilde, pobre, simples, silenciosa, frágil na sua humanidade, é Mãe do Senhor! Mistério sem medida, mistério que subjuga nossa razão e que revela que o amor de Deus por nós não tem limites!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s