Torrente transbordante de Graça

Na Santa Missa, durante a Oração Eucarística, após a Consagração, jorram do cálice, da patena e de todo o altar uma torrente de graças. É a água viva que jorra do lado aberto de Cristo no Alto da Cruz e que transborda sobre nós. É uma torrente, uma abundância, um transbordamento de graça!

A Igreja é a presença da Graça de Deus no mundo, é obra de Deus, é doação do Amor de Deus. Toda a Igreja é manifestação da Graça de Deus que derrama sobre nós o manancial da salvação. Deus transborda sobre nós sua salvação, derrama sobre o mundo a água viva que nos cura, que nos lava de toda enfermidade da alma, que nos recria, que nos liberta da morte e do pecado.

Quando o Padre faz a Elevação na Doxologia final, o sangue que jorra do lado aberto de Cristo na Cruz se junta misteriosamente ao sangue do Cálice que é elevado e se junta também à água viva que jorra de tudo, numa torrente transbordante de graças!

Vós vos aproximastes do monte Sião e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste; da reunião festiva de milhões de anjos; da assembleia dos primogênitos, cujos nomes estão escritos nos céus; de Deus, o juiz de todos; dos espíritos dos justos, que chegaram à perfeição; de Jesus, mediador da nova aliança, e da aspersão do sangue mais eloquente que o de Abel. (Hb 12,22-24)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s