E o Verbo se fez carne

Depois que o anjo Gabriel retirou-se,
Maria orou.

Sua alma orava em êxtase
porque Deus iria cumprir a promessa
que fizera ao seu povo de lhe enviar um Salvador.
Seu coração humilde
não entendia por que ela fora a escolhida,
mas oferecia com fé tudo o que Deus lhe pedia.

Maria orava,
sua alma, seu corpo, seu coração
pleno de graça,
toda ela habitação do Espírito,
tornara-se agora, na divina comunhão,
Esposa do Espírito.

Na oração de Maria,
em comunhão com o Espírito Santo,
ela dizia: “Vem, Jesus! Vem, meu filho e meu Senhor!”.
Transfigurada pelo amor de Deus,
quando o Espírito Santo a cobriu com sua sombra
e em sua carne concebeu a humanidade do Filho,
Maria irradiava luz tão branca e pura
como nunca ainda se vira.

E assim o Verbo se fez carne
na carne de Maria,
e habitou entre nós!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s