#1 Carta – Sobre minha entrada no Mosteiro

22 de janeiro de 2017

Filho amado,

Faltam poucas semanas para minha entrada no mosteiro. Sei que esta decisão de entrar para um mosteiro beneditino deixou minha família e meus amigos perplexos. Como é que alguém, aos 51 anos de idade, no auge da sua carreira profissional, cientista e pesquisadora, com uma renomada reputação internacional em sua área de atuação, vivendo plenamente sua liberdade e autonomia com todo conforto e bem-estar, resolve abandonar tudo para viver uma vida de pobreza, clausura, humildade e oração num pequeno mosteiro no interior do Brasil? Sei que muitos amigos e familiares ficaram chocados e escandalizados; outros, surpresos, mas admirados. Alguns ficaram preocupados; outros, simplesmente estupefatos.

Mas sei que você acolheu minha decisão com amor, confiança, aceitação e respeito. Apesar de você não compreender, você aceitou porque me ama, assim como eu sempre o amei! No entanto, porque o amo tanto, também queria que você compreendesse. Queria comunicar para você os significados que esta decisão têm para mim e os motivos que me levaram a tomá-la. Contudo, será uma tarefa hercúlea, pois os significados são tão imensos e ao mesmo tempo tão inefáveis, que é como tentar contar as estrelas do céu pelo seus reflexos num estilhaço de espelho! Assim, mesmo sem saber se conseguirei chegar ao fim da tarefa, me atrevo a começá-la! O caminho se faz ao caminhar. Cada passo, cada carta, é uma estrela que conto… quantas cartas precisarei escrever? Quantas estrelas conseguirei contar? Só o que sei, agora, é que já posso começar, meu coração está pronto!

Começo, então, atendendo à pergunta que imagino escutar em seu coração: “Por que você decidiu entrar para o mosteiro e se tornar uma monja beneditina?

Há muitas maneiras de responder a essa pergunta. Posso começar pelas bordas, pela superfície, narrando as dimensões mais externas dessa decisão, as causas mais aparentes, ou explícitas. Ou posso começar pelo centro, pela razão primeira e mais profunda. Optando pela segunda alternativa, começarei com a resposta mais honesta, mais sincera e mais direta: Porque sei que é isso que Deus quer.

Imagino que essa resposta deixará você perplexo e confuso, suscitando no seu coração um turbilhão de novas perguntas: “Como assim? Como você sabe que é isso que Deus quer?”, “Por que Deus iria querer isso de você?”, “Por que você decidiu fazer o que Deus quer ao invés do que você mesma quer?”, and last but not least: “Deus existe mesmo? Como você pode ter tanta certeza de que Deus existe?”

Escuto, assim, quatro perguntas fundamentais e nelas está toda a chave para a compreensão da minha decisão de entrar para o mosteiro. Mas são perguntas imensas! Para cada uma delas poderíamos encher bibliotecas inteiras de livros e tratados filosóficos, de análises e estudos teológicos. Mas o que vou lhe oferecer não é uma resposta acadêmica e erudita. Não o remeterei às fontes filosóficas, não discutirei as respostas dos grandes místicos e teólogos, não citarei os renomados estudos a respeito destas questões. Trarei para você apenas a verdade que trago em mim, que vivencio em mim. Responderei para você com sinceridade e com simplicidade. Falarei com o coração aberto, sem nenhuma pretensão de propor um tratado filosófico ou de responder com autoridade intelectual ou acadêmica. Responderei com despretensiosa simplicidade a perguntas que são radicalmente profundas. Por isso, peço que me escute com muita paciência, pois será uma longa travessia, uma longa jornada pelo mar das minhas experiências… só assim conseguirei lhe responder, com plenitude, porque decidi entrar para o mosteiro e me tornar uma monja beneditina.

Encerro por aqui esta primeira carta e, se Deus quiser e com Sua inspiração, continuarei com você essa travessia em breve…

Guarde meu infinito amor em seu coração e que Deus o ampare, sempre!

Mami

#2 Carta – Sobre o que é Deus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s